domingo, 23 de abril de 2017

Como poupar com o telemóvel


No seguimento do post anterior lembrei-me de partilhar alguns truques que uso para poupar com o telemóvel:

- ter um tarifário de acordo com as minhas necessidades, ou seja, tirar o máximo partido dos serviços disponibilizados pelo tarifário e usar o maior número possível (p.e. o meu tarifário não contempla dados móveis, porque eu simplesmente não os uso);

- ter um tarifário pré-pago;

- usar a wi-fi, ou seja, se já pagamos internet em casa (que inclui wi-fi), se nos transportes temos wi-fi e se no trabalho uso wi-fi, porque raio hei-de ter um tarifário com muitos GB de internet e mais caro? É duplicação de despesas, logo desperdício de dinheiro;

- tenho chamadas e sms grátis para quem falo mais;

- fazer carregamentos mínimos;

- usar os pontos para ajudar quem mais precisa. :-)

sábado, 22 de abril de 2017

Como desperdiçar dinheiro rapidamente?

Ligar acidentalmente os dados móveis no telemóvel e só nos apercebermos disso minutos depois.
Em menos de nada disse adeus a mais de três euros. Fiquei a zeros!!!
E não usufrui nada!
Ca nervos!!

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Vício!!!

Cá em casa adoramos gelados!
Acho que se desse a sobremesa seria sempre gelado, apesar de, depois eu passar mal!! :-)
Seja como for, volta e meia lá vamos ao shopping e nesses dias há sempre gelado para as manas.
Os preferidos são os da Llaollao.
Por norma dividimos um Sanum para as duas. São óptimos, personalizáveis, servem melhor que na Olá (fica a dica!) e ainda poupamos qualquer coisa.
Ora, um destes domingos que tivemos de ir ao shopping lá fomos visitar a Llaollao e desta vez aproveitámos para provar um topping novo de maçã verde, que é simplesmente fantástico!! Ficámos fãs!! E já podemos variar do chocolate!
Ficam as fotos...


 
Vocês já provaram estes gelados?
Nós recomendamos!!

quinta-feira, 13 de abril de 2017

Cinco dias em Paris / Danielle Steel

Se procuram um romance levezinho para os dias de praia que se aproximam, esta é uma bela sugestão... :-)


Sinopse:
Peter Haskell, presidente de um império da indústria farmacêutica, tem tudo: poder, posição social, uma brilhante carreira e uma família, pela qual teve de fazer enormes sacrifícios.
Olivia Thatcher é casada com famoso senador, a quem se dedicou de corpo e alma. Presa numa teia de dever e obrigação a um marido que amou em tempos mas que agora mal conhece, o seu mundo desaba quando o filho morre.
Acidentalmente, encontram-se em Paris, no Ritz, numa noite marcada por uma ameaça de bomba. As suas vidas completamente diferentes convergem num momento mágico na Place Vêndome. Num café em Montmartre, os seus corações revelam-se: Peter, outrora cheio de certezas em relação ao seu casamento e à carreira, vê o seu futuro profissional em perigo, e Olívia descobre que não aguenta mais a vida que leva. Quando Olívia desaparece, Peter sabe que não foi um caso passageiro. E o que aconteceria se a encontrasse novamente, se a única coisa que têm são cinco dias em Paris?
De regresso às suas vidas separadas, já nada será como dantes. Em casa, ambos terão de prosseguir com as suas vidas, apesar dos desafios e das traições. Tudo aquilo em que acreditam será posto à prova, até perceberem que têm de enfrentar as mudanças de cabeça erguida e assumir o amor um pelo outro.
 
Dou 3 estrelas!!!

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Voo final / Ken Follett


Sinopse:
Do autor de Os Pilares da Terra e Um Mundo sem Fim, um livro com um enredo complexo que leva o leitor pelos meandros do thriller onde o suspense é uma constante.
Em Junho de 1941 a Dinamarca encontra-se sob a ocupação de Hitler, enquanto a Grã-Bretanha é a única potência europeia em condições de fazer frente ao avanço dos nazis. Mas os aviões que partem em missões de bombardeamento são sistematicamente abatidos pelos esquadrões germânicos, como se de algum modo estes conhecessem os planos de ataque da RAF. Uma agente do MI6 é destacada para investigar o que está a beneficiar os alemães, numa missão secreta à Dinamarca... Ao mesmo tempo, na pequena ilha de Sande, o jovem Harald, encontra numa base secreta dos alemães algo cuja descoberta pode ser vital para mudar o curso dos acontecimentos... Um thriller empolgante e complexo, baseado num caso verídico, pela mão do grande mestre da arte de contar que é o mundialmente famoso Ken Follett.
 
Com este autor, eu tenho uma relação de amor/ódio:
se por um lado, não consigo sequer ler os seus romances históricos, por outro, quando ele envereda pelos policiais-romances-aventuras, eu não consigo para de ler enquanto não acabo. Cenas maradas!!!
 
Dou 3 estrelas!!!