terça-feira, 4 de abril de 2017

Considerações financeiras...

Volta e meia gosto de olhar com novos olhos para o meu orçamento e, quase sempre, descubro coisas novas. Nomeadamente relativamente ao meu comportamento financeiro.
Estes dias, depois de ler mais um pouco sobre finanças pessoais, andei novamente de volta do meu orçamento e dei-me conta que:

1. no orçamento..
Analisando os meus orçamentos dos dois últimos anos vi que tenho tendência para complicar (aliás isto acompanha-me noutros aspetos), que resulta na criação desenfreada de envelopes, para todo o tipo de categorias.
Mas com a rapidez que complico o sistema, descomplico-o. Ou seja, crio e rapidamente elimino categorias e envelopes. Noto também que regra geral é quando ando em modo finanças minimalistas que a coisa corre melhor.
Dirão vocês (e com razão!), mas então porque mexes? E eu respondo sistema nervoso. Quando ando mais ansiosa dá-me para inventar nas finanças e na organização. Nestas alturas geralmente leio imenso sobre estes assuntos (porque me distraí dos problemas) e tenho a mania de querer aplicar o que li e depois muitas vezes dá asneira. Já tentei dedicar-me a outros temas na leitura, mas não consigo acalmar e com estes sim. Pancadas!!! (das fortes!!)

2. no registo de despesas...
Olhando para a folha de registo de despesas verifiquei que os meus gastos são feitos maioritariamente ao fim-de-semana.
Resultado: tenho semanas de trabalho completas a 0€ gastos.
E todos sabemos que os fins-de-semana são bastante atrativos para gastarmos dinheiro e agora com o bom tempo então... ele é passeios, ele é o gelado que apetece sempre, enfim... sempre a sair da carteira.
Um truque que eu tenho aplicado foi dedicar as tardes de fim-de-semana a um hobbie e os passeios surgem na forma de caminhadas matinais, onde alio o exercício físico, pelo meio resolvo problemas (tipo comprar alguma) e apanho sol, que tanto gosto.

3. na shopping list...
Se queremos poupar, temos de ter uma shopping list enxuta. Ou seja, nesta lista devemos ter apenas aquilo que precisamos mesmo de comprar (quase para viver! As vontades devemos deixá-las na whishlist!). Este truque irá diminuir drasticamente a nossa lista de compras.
Outro truque que eu comecei a usar, e tem resultado, é todos os meses definir 3 urgências para comprar.

Sem comentários:

Enviar um comentário