quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Caminhos possíveis...


Um dos primeiros passos a dar nesta cruzada para deixar de ser assalariada é avaliar as diferentes formas de o conseguir.
Debrucei-me sobre o caso, pensei, reflecti, li, estudei aprofundadamente o caso e o estudo resultou em algumas hipóteses:

- Euromilhões
pois sim! Esta era forma ideal! Sem qualquer tipo de esforço! Só apostar e pimbas!! Dinheiro na conta!
Não fosse um detalhe altamente importante: o bendito prémio não encontra o caminho da minha conta bancária! Maldito!! (E se eu lhe oferecer um GPS será que resulta?) ;-)
É certo que não sou a apostadora mais regular (e aqui vocês dizem - e com razão!- se não apostas como queres ganhar?), mas volta e meia lá deposito o meu valor na Santa Casa. Já podia ter visto algum retorno, mas claramente a balança pende para o lado da Santa Casa!!

- herança
neste caso, é fundamental a existência de familiares com contas bancárias recheadas e estar na primeira linha de sucessão.
Ora o que é que acontece: nem familiares com contas recheadas, nem estou na primeira linha deles. Creio que posso abolir esta hipótese!

- ser patroa
este já é um caso a ter em conta!
Tinha a sua graça deixar de ser assalariada para passar a ter assalariados à minha guarda!!
No entanto tenho um problema: falta-me o pilim para investir num negócio próprio!! (Aqui o Euromilhões podia dar igualmente uma ajudinha!!!)

- reforma
aqui tenho o problema de todos os jovens: creio que quando chegar a minha hora não haverá dinheiro para reformas já que a Segurança Social, e o dinheiro que religiosamente lá depositamos hoje, já era!! (Mais um caso onde o Euromilhões era importante pois podia aceder à reforma antecipada!! ;-) )

- independência financeira
Este é um conceito que só ouvi falar recentemente (e que tenho que aprofundar mais!!) mas que achei que tem um melodia muito agradável: ter o dinheiro a trabalhar para mim e viver de rendimentos.
Não sou totalmente contra. Pelo contrário tudo a favor!!!
Problema: onde está o dinheiro para os ditos investimentos? (Mais uma vez era uma grande ajuda ganhar o Euromilhões!!)

Posto isto, e analisando o quadro: acho que tenho um (grande) desafio pela frente. A não ser que - lá está!- o Euromilhões encontre o caminho da minha conta bancária. (É, sem dúvida, a solução para os meus problemas está no Euromilhões!!)

Sem comentários:

Enviar um comentário