terça-feira, 20 de junho de 2017

(...)

Se há dia que deveria desaparecer do calendário foi o sábado passado.
Não há palavras para descrever o que aconteceu.
Não há palavras que descrevam o que aquelas pessoas passaram, passam e vão passar.
Não há palavras para tamanha destruição.
Sei que agora é momento para, em primeiro, acabar com o fogo e, depois, cuidar de quem com ele sofreu. Mas também acho que já vamos tarde no que toca a solucionar os problemas de ordenamento do território.
Todos os anos sofremos o flagelo dos incêndios no verão, todos os anos se repetem as promessas que chegando o inverno se vai resolver o problema e todos os anos ele fica por resolver.
Será que não há neste país alguém, que de uma vez por todas, pegue neste problema e o comece a resolver?
São criados tão impostos e taxas inúteis que apenas servem para encher os bolsos dos CEO's das grandes empresas e não se cria a porra de um imposto obrigatório que sirva para ajudar os bombeiros? Para lhes dar equipamentos e veículos? Para lhes dar salários convenientes?
Bolas!! Estamos a falar de heróis que tantas vezes morrem, para nos salvar e salvar o país!!
Merecem mais respeito!!!
 

4 comentários: