segunda-feira, 12 de março de 2018

Viver com pouco


Isto de poupar é, antes de mais nada, uma opção de vida.
Porque é muito mais fácil gozar a vida, sem fazer contas. Sem ter de fazer escolhas. Sem se preocupar se o dinheiro chega para tudo, sem se preocupar com o dia de amanhã, porque afinal existe o cartão de crédito para as "emergências".
E essa é uma opção demasiado trabalhosa e sacrificante para muitos é como tal nem sequer é opção considerável.
No que me diz respeito é a minha opção de vida. Por necessidade, por hábito, por vontade, porque compensa, porque não sei ser e viver de outra modo, por todos os motivos e mais algum. Foi a forma que eu escolhi para viver. É onde me sinto confortável. Saber que todos os dias acautelo o meu futuro. O dia de amanhã.
Mas isso não quer dizer que não viva, que não goze, não tenha qualquer tipo de diversão na minha vida. Posso garantir-vos que tal não corresponde minimamente a realidade. É certo que não sou muito viajada por exemplo, que não vou todas as semanas conhecer novos restaurantes... mas retiro um enorme prazer e felicidade no livro que estou a ler, nos trabalhos manuais que faço, nas aventuras que diariamente me acontecem é que para além de enriquecerem a minha vida com novas aprendizagens, me permitem ter um rol bastante grande de histórias para contar e com isso proporcionar momentos de pura galhofa em família, no trabalho ou com os amigos. Sou muito feliz cada vez que vou ao cantinho do céu, nem que seja por umas horas. Sou muito feliz quando os meus estão felizes. Sou muito feliz quando me levanto para ir trabalhar. Sou muito feliz nos momentos que passo com os meus amigos, nas gargalhadas que dou...
Poupar não significa deixar de viver!! :-)

2 comentários:

  1. Por acaso não sei se será mais fácil viver a poupar ou sem poupar. Poupando eu sei que se precisar "tenho ali", não poupando acho que viveria atormentada e com medo.
    Não sei se quem poupa vive assim tão descansado sem preocupações como aparentam :)
    Beijinho, boas poupanças :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não acho que quem poupa viva assim tão descansado. Acho que são níveis de preocupações diferentes. Para mim é um descanso quando tenho algum de lado para uma emergência. Quando por algum motivo não tenho, nem durmo.
      Beijinhos :-)

      Eliminar