quarta-feira, 11 de abril de 2018

Viver com pouco # 3 - O orçamento


Se há ferramenta que eu considero fundamental e que recorro (quase) diariamente é o orçamento.
Ter um bom orçamento é fundamental para nos mantermos na linha. Para sabermos para onde vai o nosso suado dinheirinho. Para cumprir objectivos financeiros e sonhos.
E quando falo em ter um bom orçamento refiro-me àquele orçamento que se adequa à nossa realidade. Que permite espaço de manobra. Que funciona connosco.
Eu uso o mesmo esquema-base de orçamento há cerca de um ano. Chamei-lhe de orçamento minimalista e no início deste ano teve um reajuste (sendo que todos os meses é feito do zero). Confesso que é pode ser muito complicado e trabalhoso encontrar este esquema-base. Comigo pelo menos foi!! Mas acho que agora acertei.
Todos os meses no dia de S. Receber tenho o mesmo ritual e que passa sempre pelo mesmo protocolo:
 - começo por "perder" um bocadinho de tempo a rever as despesas do mês anterior, a verificar onde podia ter poupado;
- a seguir vou preencher o mapa anual de despesas, para no final do ano fazer um balanço;
- depois dedico-me a fazer o meu orçamento para aquele mês que começa;
- e, por fim, preparo financeiramente o mês que se avizinha (shopping list, despesas previstas, eventos, etc.)
Depois é: cada vez que gasto dinheiro revejo tudo, orçamento, despesas, listas, etc.
Reestruturo o que há necessidade. Tento evitar ao máximo descarrilamentos (e aqui é conhecida a minha incapacidade para o conseguir ;-) ). Mas não desisto!! Todos os dias são um bom dia para (re)começar. :-)
Quando falo em orçamento, para mim, é uma ferramenta que contempla, essencialmente, 4 elementos: o orçamento em si; o mapa de registo diário das despesas; o mapa de despesas anuais, a shopping list. Todos são fundamentais para me ajudar a poupar. Para saber onde gasto o meu dinheiro.
Agora com a minha dieta financeira, o orçamento ocupa um lugar ainda de maior destaque na minha vida. Cumpri-lo tem sido uma prioridade para mim. Tenho sonhos para cumprir e ter umas finanças organizadas e equilibradas é fundamental para o conseguir.
Não o vou negar: o processo é difícil, é trabalhoso e, muitas vezes, desmotivante. É um teste diário à nossa resistência e resiliência.
Mas conseguir algo que desejamos é fantástico e isso deve ser o nosso foco. A nossa motivação.

2 comentários: