quarta-feira, 29 de agosto de 2018

em setembro...


E assim como não quer a coisa chegámos ao nono mês do ano.
Mês em que chegam os tons terra, em que a natureza inicia o seu processo de renovação. E foi imbuída neste espírito de renovação que defini as metas para este mês:
  • iniciar a fase de testes da agenda (o objectivo é definir a agenda perfeita para 2019, que seja à minha imagem, útil e funcional);
  • fazer um destralhe nas minhas coisas;
  • ter 15 dias de zero cêntimos;
  • cumprir os valores do orçamento estipulado;
  • não mexer no valor da poupança mensal;
  • 1 hora de crafts por dia;
  • 1 hora de leitura por dia.

sábado, 25 de agosto de 2018

em agosto... # 2


Mais um fim de mês, mais uma avaliação.
O trabalho por aqui tem sido mais que muito, mas cumpriu-se o meu desejo e de resto o mês foi bastante calmo.
Acontecimentos dignos de registo...
  • tive duas encomendas de crafts, que me deixou muito feliz;
das finanças...
  • financeiramente o mês foi calmo, sem grandes aventuras a declarar, cumpri os objetivos e valores a que me propus e isso deixou-me muito satisfeita, pois há algum tempo que não conseguia

dos objectivos…
  • cumprir os valores do orçamento que estipulei; - FEITO!!!
  • ter 15 dias sem gastos - FEITO!!!
  • colocar o valor mensal na poupança e não mexer nele; - FEITO!!!
  • 1 hora de leitura por dia;- FEITO!!
  • estudar sobre organização e planners… - FEITO!!! - Houve muita leitura, muitos vídeos vistos, muita informação nova adquirida… em setembro vamos para a 2ª fase! :-)

terça-feira, 21 de agosto de 2018

wishlist...

Vamos lá a ser sinceras: que não adoraria ter uns destes em casa?
E os homens? Quem não gostaria de ver a sua dama com uns destes calçados?
Um must-have de qualquer closet!!!
*suspiro*

Lubouttin

sábado, 18 de agosto de 2018

A rapariga apanhada na teia de aranha / David Lagercrantz


Sinopse:
Neste thriller carregado de adrenalina, a genial hacker Lisbeth Salander e o jornalista Mikael Blomkvist enfrentam uma nova e perigosa ameaça que os leva mais uma vez a unir as suas forças.
Uma noite, Blomkvist recebe um telefonema de uma fonte confiável declarando ter informação vital para os Estados Unidos. A fonte tinha estado em contacto com uma jovem mulher, uma super-hacker que se parecia com alguém que Blomkvist conhecia bem de mais. As consequências são surpreendentes.
Blomkvist, a precisar urgentemente de um furo jornalístico para a Millennium, pede ajuda a Lisbeth, que, como habitualmente, tem a sua agenda própria. Em A Rapariga Apanhada na Teia de Aranha, o duo que fez vibrar 80 milhões de leitores com Os Homens Que Odeiam as Mulheres, A Rapariga que Sonhava com uma Lata de Gasolina e um Fósforo e A Rainha no Palácio das Correntes de Ar encontra-se de novo num actual e extraordinário thriller.

A minha opinião…
Antes de mais nada tenho de esclarecer a minha relação com esta saga.
Conheci esta saga já íamos na publicação do 2º volume e desde o início foi "amor à primeira vista". Apesar da linguagem crua e dura, das situações relatadas eu gostei logo dos livros. Gostei da forma como o autor desenvolve a história e envolve o leitor na história em si. Da adaptação para o cinema já não gostei tanto.
Quando soube da morte prematura do autor original (sabendo de antemão que o projecto era para uma publicação de uma saga em 10 volumes) ao terceiro volume confesso que tive pena. A esperança renasceu quando se soube que haveria um autor que iria prosseguir com a história. Para logo o medo e a curiosidade terem o seu cuidado. Será que o novo autor conseguiria dar um bom seguimento à história? Será que conseguiríamos ser envolvidos na história? A resposta é sim. É certo que o novo autor quis incutir o seu estilo, deixar a sua marca, mas de qualquer forma considero que ele soube dar um bom seguimento a Stieg Larsson. E eu gostei disso tanto que o 5º volume já está na booklist.
Neste volume, Lisbeth regressa ao contacto com Mikael ao salvar um rapaz autista que assiste ao assassinato de seu pai, um importante engenheiro informático que esconde um importante segredo. O mundo dos hackers, da deepweb, da segurança internacional sofre um abanão. Ninguém está seguro na internet.
 
Dou 4 estrelas!!

terça-feira, 14 de agosto de 2018

whislist...

O verão chegou!!
O verão pede cor!!
Se o teu look é básico, aposta nas cores para os acessórios!!
Esta malunfa amarelinha da Fendi é linda, linda e ideal para um dia de sol, ou não fosse amarelo a cor do sol.
Adoro!!

Fendi

sexta-feira, 10 de agosto de 2018

O português e as reclamações


Em 10 anos de atendimento ao público como devem calcular não me faltam histórias e aventuras com o público. Umas mais caricatas, outras nem tanto. :-)
No entanto, tamanha experiência também me permitiu identificar um padrão constante: o português não sabe reclamar!
Sim, é um facto!! O português não sabe reclamar!!
Reclama muitas vezes sem ter razão, não sabe como e onde reclamar e quando se aventura numa reclamação não sabe conduzir o processo.
Reconhecem certamente aquela pessoa que num espaço comercial desata aos gritos com os funcionários, a reclamar e ameaçar com este mundo e o outro, certo? Pois bem, essa é a regra dos portugueses.
Lembrei-me então de partilhar algumas dicas para quem quer, gosta de reclamar poder levar o seu intento a bom porto:
  1. em primeiro lugar, por muita razão que o cliente tenha, se em vez de falar calmamente e expor a sua situação, prefere gritar, lamento informar mas só por causa disso já perdeu TODA a razão. Isto porque a educação deve estar acima de tudo e é a melhor forma de resolver qualquer problema;
  2. para toda e qualquer reclamação existe uma hierarquia e prazos a cumprir. Há que respeitá-los;
  3. fazer-se acompanhar de provas válidas no acto da reclamação, ajuda no processo;
  4. antes de usar o livro amarelo usem todos os recursos possíveis que a instituição disponibiliza para isso (também há regras definidas e muitas vezes é suficiente para resolver o nosso problema), como formulários de sugestões/reclamações, emails de contacto...
  5. agir sempre de boa-fé, ou seja, ir com uma atitude positiva e empática. Lembrem-se que o funcionário que vos atende também é um ser humano, tem os seus dias e raramente é a pessoa que tem poder de decisão no processo.
  6. só reclamar quando tiver a certeza que tem motivos para isso. Só porque não entendemos bem alguma coisa, não é motivo para reclamar.
  7. antes de enveredar por uma reclamação, experimente apontar todas as dúvidas num papel e fazê-las ao um funcionário. Pode ver o seu motivo de reclamação "desmontado".
E vocês recorrem muito à reclamação ou nem por isso?

segunda-feira, 6 de agosto de 2018

in the mood for fashion... # 33

Há dias em que o casual e o conforto são os nossos melhores aliados…
 


 
E para esses dias nada como uns Gazelle para o dobro do conforto.
Apresento-vos então um das minhas recentes aquisições e que já se tornaram num dos meus queridinhos. ADORO-OS!!
São super confortáveis e estilosos!! ;-)




Ténis Adidas Gazelle (NEW)
Jeans Salsa
T-shirt branca Modalfa
Cardigan navy Lanidor
Mala camel Lanidor

sexta-feira, 3 de agosto de 2018

quarta-feira, 1 de agosto de 2018

12 factos sobre mim... # 8

 
Para as férias sou mais de campo, que de praia.
Para mim, descanso é campo. É acordar com os passarinhos a cantar, o galo do vizinho a cacarejar, o cão a ladrar… É adormecer ao sons dos grilos…
ODEIO perder tempo em filas de trânsito para chegar ou sair da praia (se não o faço para trabalhar, muito menos o vou fazer m férias!).
DETESTO ter pessoas em cima da minha toalha ou estar apertada (gosto de espaço!!).
ADORO a paz, o sossego, o conhecer toda a gente, as noites de festa na aldeia, os serões de conversa com os vizinhos no alpendre lá de casa...
Devo ter sido uma mulher do campo noutra vida!! :-D