domingo, 31 de maio de 2020

Em Maio...


  • comecei uma nova organização financeira;
  • acabei uma das tarefas gigantes do ano, no trabalho;
  • terminou o Estado de Emergência (e não sei se foi boa ideia…);
  • costurei máscaras sociais como uma doida (daí o meu afastamento daqui!);
  • comemorou-se o dia da mãe (em casa, como devia ser!);
  • o esquema no trabalho manteve-se, mas aumentou o volume;
  • tive 18 dias de 0€.

quarta-feira, 20 de maio de 2020

Regresso a Itália | Elizabeth Addler


Sinopse:
O marido de Lamour Harrington morreu há dois anos. Desde então, Lamour deixou-se absorver pelo seu trabalho de arquiteta paisagista, mas nem sequer a criação de belas «salas» exteriores consegue devolver-lhe a paz interior. Quando é confrontada com uma horrível verdade sobre o marido que adorava, Lamour percebe que precisa de um lugar onde se reconciliar com a vida. Regressa à casa na costa amalfitana onde viveu com o pai durante os anos mais felizes da sua infância. Mas a casa das suas recordações contém os seus próprios segredos e obriga-a a enfrentar novas verdades sobre outro homem que amou em pequena. A morte do pai foi mesmo acidental? Ou esconderia alguma coisa que precipitou o seu desaparecimento precoce?
Dividida entre dois homens misteriosos e irresistíveis, Lamour descobre que o passado tem formas de reaparecer quando menos se espera. E alguém quer assegurar-se que Lamour não revela os segredos daquele refúgio idílico e de sonho. Quando o passado e o presente colidem num clímax demolidor e cheio de suspense, Lamour deve encarar o que mais teme, para encontrar a coragem de viver a vida na sua plenitude. Regresso a Itália é um romance fascinante, que nos excita os sentidos e se lê de um fôlego.

A minha opinião…
Acabei ontem este livro.
E dos três livros desta autora que li recentemente, foi o que menos gostei.
Achei a história muito lenta, para no fim tudo se resolver em duas páginas. Eu sei que acontece isso em muitos livros, mas a falta de aventura, de suspense, de novidades ao longo da história tornou-a muito maçuda. Ao contrário dos outros dois que havia permanentemente novidades a acontecer.
 
Dou 2 estrelas!

terça-feira, 19 de maio de 2020

O sistema de envelopes cashless...


Os vossos pedidos são ordens!! :-)
Pediram-me que explicasse a minha nova organização financeira: o sistema de envelopes, na versão cashless.
Pois bem, aqui fica…
na realidade a alteração foi muito simples: substituí os envelopes físicos por trackers. Folhas de agenda com a informação.
Para cada envelope criei um tracker. Neste momento eu tenho três trackers: lifestyle, extras e hobby.
Basicamente no início do mês coloco o valor disponível para cada categoria no topo de uma folha da agenda.
Depois sempre qua pago alguma coisa com o cartão de multibanco ou levanto dinheiro aponto a data, o valor e o saldo disponível a vermelho.
Se por algum motivo deposito dinheiro numa rubrica (por exemplo hobby) então aponto a data, o valor e o saldo a azul.
Eu sou muito visual e usar um código de cores ajuda-me a facilmente identificar as coisas e a ter uma maior clareza. Faço o mesmo com a agenda e as tarefas.
Comecei a usar este sistema porque na minha opinião resolveu alguns dos problemas que o sistema físico tinha, para mim. E por causa das recomendações da DGS em privilegiar o pagamento com cartão em detrimento do dinheiro, aquando do início da pandemia.
Como não sei se fui muito clara, deixo o vídeo onde me inspirei.
Apesar de achar que o método da autora é algo complicado de manter no dia-a-dia, pode ser mega simplificado e de simples manutenção.
Qualquer dúvida, digam…


segunda-feira, 18 de maio de 2020

Viver com pouco # 34: Pagamento a pronto pagamento...


Eu sou uma defensora acérrima do pagamento a pronto.
Prefiro mil vezes poupar e só comprar com o valor na íntegra na mão do que pagar a crédito e dar o meu rico dinheirinho (que tanto me custa a ganhar!) de graça a outras entidades.
E já me aconteceram cenas caricatas, quando questionada pelo funcionário se pagaria a crédito.
A cara do funcionário foi priceless quando lhe disse que pagaria o iPhone com Multibanco.
E quando não quis fazer o upgrade do tarifário, cheguei a ficar preocupada porque parecia que o funcionário ia ter uma síncope ali à minha frente! :-D :-D :-D
Créditos e cartões de crédito não são para mim. Acho que, o que adquiri não é realmente meu. Afinal não o paguei na hora.
Claro está que fora desta condição está o crédito à habitação. Este só mesmo ganhando a lotaria é que não acontece!

sexta-feira, 1 de maio de 2020

Viagem a Capri | Elizabeth Addler


Sinopse:
Quando o magnata inglês Sir Robert Waldo Hardwick morre de forma misteriosa num acidente de viação, deixa uma carta a nomear seis pessoas que suspeita lhe tenham desejado a morte. Daisy Keane e o investigador Harry Montana juntam-se para levar os suspeitos (e outros convidados como manobra de diversão) num fabuloso cruzeiro pelo Mediterrâneo, com todas as despesas pagas pelo falecido Sir Robert. O mistério aumenta à medida que vão aportando em Monte Carlo, Saint-Tropez e Sorrento. E as reviravoltas inesperadas são apenas o princípio.
Por fim, chegam à bela Villa Belkiss em Capri, onde será lido o testamento de Sir Robert... e o assassino desmascarado. Com a beleza da paisagem do Yorkshire, as estâncias do Mediterrâneo e o magnífico iate de cruzeiro, mais a atracção intensa entre o solitário Harry Montana e a desconfiada Daisy, as paixões inflamam-se e o encanto da Villa Belkiss deslumbra.
Ninguém escreve viagens maravilhosas ou suspense como Elizabeth Adler.
 
A minha opinião…
Mais uma sugestão de leitura bem leve e fácil de ler. Romance e mistério são os principais ingredientes deste livro.
Grande parte da história acontece durante um cruzeiro pelo Mediterrâneo e dei por mim a imaginar que fazia um. Realmente termos algum tempo livre pode ser muito perigoso para as finanças! :-)
Gostei e recomendo!