segunda-feira, 31 de dezembro de 2018

2018...

Este ano não defini metas anuais. Defini 4 prioridades. Ao longo do ano fui definindo objectivos mensais para cumprir essas prioridades.
Não gostei!!
Não achei que este método me motivasse mais. Tanto que no último trimestre acabei mesmo por definir metas até ao fim do ano e acabou por correr muito melhor.
Assim defini que em 2019 regressarei às metas anuais. Definirei também logo no início do ano um conjunto de tarefas a realizar mensalmente para atingir essas metas. E criarei um habit tracker para controlar o meu desempenho.
Termino o ano a sentir que não atingi ao que me propus, mas nem tudo foi mau.
Houve muitas mudanças (mesmo muitas!!) e foram todas para melhor.
Foi um ano de um enorme crescimento pessoal, de muita aprendizagem e autoconhecimento.
Financeiramente foi um ano muito irregular. Se houve alturas complicadas, houve alturas muito positivas. Acabou por ser um ano em que me dediquei (e muito!) a aprender sobre finanças.
Começo 2019 com muito conhecimento novo e com um ano planeado financeiramente como nunca me aconteceu antes.
Este foi um ano positivo, de muitas conquistas e descobertas.

Mealheiro literário

Logo no início do ano, li no blogue Quando se abre um livro... (um blogue que recomendo para sugestões e reviews literários) uma iniciativa que a sua autora levava a cabo ao longo do ano, apontando todos os gastos que tinha com os seus livros.
Pois eu lembrei-me de ir apontando o que eu poupava ao ler livros que requisito regularmente na minha biblioteca. Assim, para além de ter uma noção dos valores que poupo, fiz também uma lista do que vou lendo, que me acompanha nas idas à biblioteca e evito repetições.
Para este apanhado apenas contabilizei os livros de lazer, já que os outros são mesmo meus e já antigos. :-)
Hoje apresento os resultados...
  1. Lições de desejo - 12,90€
  2.  Viver depois de ti- 14,16€
  3. Viver sem ti - 15,93€ 
  4. Milagre de amor - 14,94€
  5. Vingança a sangue-frio - 18,81€
  6. Amanhecer ao luar - 13,95€
  7. Uma vida ao teu lado - 15,75€
  8. Aqui entre nós - 15,21€
  9. Vaticanum - 17,60€
  10. A ameaça - 18,17€
  11. Milagre - 9,96€
  12. A rapariga apanhada na teia de aranha - 8,96€
  13. Irresistível tentação - 5,40€
  14. Mister Gregory - 14,16€
  15.  Sinal de vida - 22,80€
  16. Oceanos de fogo - 16,20€
  17. A sombra da sereia - 18,81€
Feitas as contas poupei 253,71€ só em livros ao longo do ano. E nem foi um ano que tivesse lido muito. Regra geral, leio 25 livros por ano, mas mesmo assim já poupei um excelente valor (sem falar em espaço poupado em casa, na medida em que estes são livros de lazer e que apenas leio uma vez!)
Parece-me, sem dúvida, um excelente negócio e a manter em 2019. :-)
Nota: Os valores apresentados são retirados da Wook

sábado, 29 de dezembro de 2018

em dezembro... # 2


Chegámos ao último mês do ano e impõe-se um balanço desta aventura que foi avaliar como decorreram os meus meses. Sobretudo, no que toca a avaliação financeira. E isso foi muito importante porque me permitiu ver onde errava e crescer com isso.
Acabo o ano com uma maior consciência de como funciono financeiramente e isso irá permitir-me melhorar nesta área.
Depois por aqui fica um registo dos que de mais relevante aconteceu durante o ano e um dia mais tarde será giro ler e recordar. Ou seja, colecionei memórias. :-)

Acontecimentos dignos de registo…
  • houve umas quantas mudanças laborais positivas;
  • houve passeio a Fátima;
  • Não faltou convívio por aqui;
  • Houve Natal na aldeias :-)
das finanças…
  • vendi bastantes peças do meu hobby, logo entrou um dinheirinho extra que deu muito jeito :-)
  • pela primeira vez em meses não mexi na poupança. Happy! Happy!
dos objectivos..
  • cumprir os valores do orçamento; -NÃO FEITO!!
  • ter 15 dias sem gastar;- FEITO!!
  • não mexer na poupança; - FEITO!!
  • comprar as prendas que faltam; - FEITO!!
  • terminar de preparar 2019; - FEITO!!
  • comemorar condignamente as festividades; - FEITO!!
  • comprar uma peça de roupa/calçado. - NÃO FEITO!!

quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

A sombra da sereia / Camilla Lackberg



Sinopse:
Um homem desaparece misteriosamente em Fjällbacka e, apesar de todos os esforços de Patrik Hedstrom e dos seus colegas da Polícia, ninguém sabe se está vivo ou morto.
Meses mais tarde, é encontrado no gelo com sinais de ter sido assassinado. O caso complica-se quando Christian Thydell, um amigo da vítima, começa a receber ameaças anónimas. Christian, cujo primeiro romance, A Sereia, acaba de ser publicado com grande sucesso, não aguenta a pressão e mostra as cartas anónimas a Erica Falk, que o tinha ajudado a rever o manuscrito. Erica entrega-as ao marido. Suspeitava há muito da existência de uma sombra ameaçadora na vida de Christian e está preocupada com o que possa vir a acontecer-lhe. Alguém tem um profundo ódio por ele, alguém aparentemente perturbado e instável que não hesitará em concretizar as suas ameaças. Apesar de estar no final de uma gravidez de gémeos, Erica procura encontrar respostas para as suas inquietações e essas respostas remetem para o passado e para uma história terrível.

A minha opinião…
Acho que já não é novidade que eu adoro esta autora!
Gosto imenso da forma como ela desenvolve a história e o envolvimento das personagens da mesma. O culpado tanto parece ser um, como tão depressa já parece outra.
História corrida e fluente, com bastante acção e suspense.
Recomendo!!

Dou 4 estrelas!!

terça-feira, 18 de dezembro de 2018

12 factos sobre mim... # 12

A minha estilista preferida da vida e, desde sempre, é a...


...Carolina Herrera
 
Acho esta senhora extremamente simples e muito elegante.
Por mim só vestia roupa desta senhora!
ADORO!! ADORO!!
 
Termina hoje esta pequena rubrica mensal onde dei a conhecer um pouco mais de mim.
Espero que tenham gostado tanto, como eu!!

quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

Estou viva!! :)

É entre trabalho, terminar a formação, encomendas e viver a vida, que tenho o meu tempo tem voado, ultimamente.
O blogue acabou por ficar um pouco de lado. :-)
Vou tentar regularizar esta situação, agora que a formação terminou e as encomendas foram todas entregues!! :-D

terça-feira, 27 de novembro de 2018

em dezembro...


Chegou o último mês do ano.
Mês do Natal, mês do fim de ano, mês de balanços, mês dos almoços e jantares de Natal, mês de prendas, mês de tradições, cheiros e cores muito próprios…
Por aqui, para Dezembro teremos…
  • cumprir os valores do orçamento;
  • ter 15 dias sem gastar;
  • não mexer na poupança;
  • comprar as prendas que faltam;
  • terminar de preparar 2019;
  • comemorar condignamente as festividades;
  • comprar uma peça de roupa/calçado.

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

em novembro... # 2


A dias de começar o último mês do ano iniciamos por aqui a avaliação de 2018 e a preparação de um novo ano. Comecei a delinear metas, orçamento, a minha organização para o próximo ano… e vocês também já começaram?

Acontecimentos dignos de registo…
  • houve uma semanita de férias logo no início no mês, que soube que nem ginjas e que serviu para recarregar baterias para o fim de ano, bastante trabalhoso, que me espera;
  • houve destralhes e (re)organizações;
  • tive o meu primeiro treçolho da vida;
  • fiz uma formação.
das finanças…
  • experimentei o orçamento particular e apesar de ainda não ter conseguido cumprir os valores que estipulei, fiquei com uma sensação de paz quando preparei o meu orçamento. Sensação que há algum tempo não tinha e que de cada vez que acontece, eu sei que dei um passo certo.
dos objectivos
  • cumprir os valores do orçamento que estipulei; -  NÃO FEITO!!
  • ter 15 dias sem gastar; - FEITO!!
  • não mexer na poupança; - NÃO FEITO!!
  • procurar uma agenda para 2019; - FEITO!!
  • tratar das prendas de Natal e de aniversário até ao fim do ano; - COMECEI, MAS NÃO ACABEI...
  • comprar umas peças de roupa e calçado de inverno, que se aproxima e eu não tenho. - FEITO!!  Comprei umas botas e um sobretudo.

sexta-feira, 16 de novembro de 2018

New in...

Hoje venho mostrar-vos o que de novo há no meu aspirante a closet.
Começo por mostrar as aquisições já da colecção outono/inverno, mas que ainda foram adquiridas em pleno verão.
Depois do fiasco que foi a minha compra on-line de malas Lanidor, desta vez fui mesmo às lojas comprar. E tive muita atenção ao material e resistência das mesmas.
A primeira que comprei foi esta mala preta da Zara. Básica e simples que me tem acompanhado diariamente para trabalhar. A grande diferença dela é que é uma mala mais estruturada do que as que eu costumo comprar. Mas tem-se revelado uma excelente compra. Já conta com quase três meses de utilização quase diária e continua impecável.



Depois na Salsa comprei esta preciosidade, que foi também uma excelente compra, pois comprei duas malas numa. :-D :-D
Se quero dar um apontamento mais colorido ao outfit é só colocar o vermelho para fora.


Se pretendo uma mala mais sóbria, é só optar pelo topo camel.


Fixe, não é? :-D

Depois comprei também uma carteira nova, mais compacta, leve e fácil de arrumar. Pura e simplesmente apaixonei-me por esta da Uterqüe. É simplesmente linda e intemporal. Além que o seu exterior texturado acaba por dar um toque diferente ao interior da minha mala. :-)


o interior da carteira…

Mais recentemente e porque o inverno chegou com a força toda comprei estes botins pretos da Foreva. Super simples e confortáveis (eu sou fã do calçado da Foreva, acho-o com uma relação qualidade/preço muito boa, além que falamos e ajudamos uma marca portuguesa).


E para o frio veio comigo também este casaco preto da Zara.


E por aí? Muitas compras novas?

quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Sinal de vida | José Rodrigues dos Santos


Sinopse:
Um observatório astronómico capta uma estranha emissão vinda do espaço na frequência dos 1,42 megahertz. Um sinal de vida. O governo americano e a ONU são imediatamente informados.

Um objeto dirige-se à Terra.

A NASA prepara com urgência uma missão espacial internacional para ir ao encontro da nave desconhecida. Tomás Noronha, o maior criptanalista do mundo, é recrutado para a equipa de astronautas.

Começa assim a mais invulgar aventura do grande herói das letras portuguesas modernas, uma história de cortar a respiração que nos leva ao coração do maior mistério do universo. Será a vida um acidente ou resultará de um desígnio? Estaremos sós ou seremos um entre milhões de mundos habitados?

A existência é um acaso ou tem um propósito?

Sinal de Vida traz-nos José Rodrigues dos Santos, o escritor favorito dos portugueses, no apogeu das suas extraordinárias capacidades narrativas. Um romance empolgante que, pelo fio de uma intriga intensa e absorvente, nos interpela sobre a vida, o seu objetivo e o nosso lugar no universo.

A minha opinião…
Devo confessar que eu tenho uma relação de amor-ódio com o Tomás Noronha.
Se tenho livros que adorei, tenho outros que nem tanto. Este fica no patamar dos que não gostei por aí além. E o problema é sempre o mesmo: o uso excessivo de terminologia técnica e as explicações técnicas demasiado extensas.
Se neste exemplo, as explicações são perfeitamente incorporadas na história fictícia, isso não atrapalha o desenrolar da mesma, aqui voltamos a ter páginas e páginas de explicações (demasiado) técnicas para um livro de entretenimento, com a história e acção quase que desaparecem.
Isto torna a leitura um pouco maçuda e até mesmo desinteressante.
 
Dou 2 estrelas!!

segunda-feira, 5 de novembro de 2018

12 factos sobre mim... # 11


Eu nunca andei de barco!!
Sou muito básica nos meus meios de transporte: autocarro, metro, a pé...
Mas parece-me muito bem passar uns dias a viver num barco e a conhecer novos locais.
Quem sabe um dia...

quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Dia Mundial da Poupança!!


Hoje é o Dia Mundial da Poupança e partilho convosco mais cinco truques de poupança (partilhei outros aqui) que eu uso regularmente:
  • Pequeno-almoço em casa
O pequeno-almoço é tomado SEMPRE em casa. Acho que em toda a minha vida tomei o pequeno-almoço fora 2 ou 3 vezes. Fica mais barato e não me faz mal.
  • Valor na poupança?
Eu estou meses sem ver o valor total que tenho na poupança. Transfiro o valor mensal e se precisar de lá ir procuro não levantar mais que 50% do valor que transferi. Percebi que desta forma resulta em menos ansiedade para mim e agradáveis surpresas.
  • Pay yourself first!
Desde que comecei a trabalhar que me habituei a o primeiro pagamento que faço é SEMPRE a transferência do valor da poupança. Depois pago as despesas fixas e só depois penso nas despesas variáveis. O dinheiro para o lazer é o último valor a apurar.
  • Ler, ler, ler…
Eu estudo muito sobre o tema Finanças Pessoais. Livros, blogues, Youtube, revistas…
A minha mãe sempre me disse que o saber não ocupa lugar e sendo uma leitora ávida estou sempre a actualizar os meus conhecimentos na área da organização, poupança e em outros interesses que tenho.
  • Comprar o máximo por menos
Quando vou às compras tento sempre comprar o máximo que consigo, pelo menor valor possível. Sem nunca descurar a qualidade do produto, ou seja, o preço e quantidade até podem compensar mas se eu souber de antemão que a qualidade não é a melhor, já prefiro investir um pouco mais num produto.

E vocês que truques usam?

segunda-feira, 29 de outubro de 2018

em novembro...


Chegámos ao penúltimo mês do ano.
O Natal e o fim de ano aproxima-se a passos largos.
Começam as reflexões sobre o ano e a preparação do próximo.
Por aqui adivinham-se tempos de muito trabalho, mas por agora vamos aos objectivos para este mês:
  • cumprir os valores do orçamento que estipulei;
  • ter 15 dias sem gastar;
  • não mexer na poupança;
  • procurar uma agenda para 2019;
  • tratar das prendas de Natal e de aniversário até ao fim do ano;
  • comprar umas peças de roupa e calçado de inverno, que se aproxima e eu não tenho.

quinta-feira, 25 de outubro de 2018

em outubro... # 2


Outubro está a chegar ao fim. Foi um mês de bastantes mudanças e importantes decisões.
Mas o balanço é positivo!

Acontecimentos dignos de registo...
  • Houve umas quantas mudanças laborais, a ver vamos como correm… só o tempo o dirá;
  • Fui um lançamento de um livro, o primeiro e gostei;
  • houve um fim-de-semana prolongado de descanso na terra dos pais;
  • regressei em força aos crafts e fiz duas encomendas e entreguei-as.
das finanças...
  • Pelo segundo mês consecutivo as finanças foram completamente arruinadas;
  • Fiz uma revisão orçamental profunda, que me deixou muito contente e me acalmou;
  • decidi que, mais uma vez, estava a complicar e que devia regressar à simplicidade.

dos objectivos…
  • continuar os testes da agenda para 2019; - FEITO!!
  • fazer uma revisão orçamental; - FEITO!!
  • cumprir os valores que estipulei no orçamento; - NÃO FEITO!!
  • ter 15 dias sem gastar; - FEITO!!
  • não mexer no valor da poupança; - NÃO FEITO!!

segunda-feira, 22 de outubro de 2018

Dica do dia: Festa do cinema

 
Malta, atenção!!
Para os amantes do cinema e das poupanças começa hoje a Festa do Cinema, que dura até dia 24 de Outubro e coloca todos os bilhetes de cinema, em todas as bilheteiras do país, os bilhetes de cinema a 2,50€.
É de aproveitar!!
 
Mais aqui.

quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Viver com pouco # 21: da comparação...

Se há característica inata ao ser humano e que, constantemente, faz é comparar-se ao outro.
Todos nós pelo menos uma vez na vida já nos comparámos com alguém da nossa família, com algum amigo, vizinho, colega de trabalho…
Com as redes sociais esta característica atingiu o seu expoente máximo. Basta abrirmos o Facebook, Instagram… e somos bombardeados com fotografias, posts… dos nossos "amigos" a exporem a sua vida fantástica e de uma forma automática nós comparamo-nos.
Nestas coisas dos blogues de finanças pessoais, como em tantos assuntos e áreas do saber, os brasileiros são um povo muito aberto, que partilha muita informação, conhecimento, experiências pessoais… E como é natural nós, os leitores, damos por nós a comparar.
No entanto, na minha opinião, não o devíamos fazer e por uma razão: são realidades completamente diferentes. Sabiam que os brasileiros se quiserem conseguem sustentar casa, carro, comer fora todos os dias e poupar todos os meses com o salário mínimo? Basta quererem!!
Em Portugal isso é impensável com o custo de vida actual!
Por isso, custa-me ver em blogs portugueses comparações com os brasileiros, quando falamos de realidades completamente diferentes.
Eu vejo as redes sociais, blogs, Youtube … como uma forma de aprender, de me inspirar, de agregar valor à minha vida e à minha pessoa.
É óbvio que volta e meia lá me comparo com alguém, mas procuro sempre separar as águas. Procuro sempre viver a minha vida e não a dos outros.

terça-feira, 16 de outubro de 2018

Viver com pouco # 20: Revisão orçamental


Depois do choque de realidade que tive no fim das férias e depois do pânico, veio a altura de pegar o touro pelos cornos e tratar de pôr mãos-à-obra para um problema que criei e que não se resolve sozinho. :-)
Assim durante o mês de outubro tenho dedicado bastante tempo ao meu orçamento e às minhas finanças.
Desta vez optei por fazer as coisas com tempo e muita calma (coisa que nem sempre faço e que talvez me prejudique) e tenho seguido várias etapas:
  1. comecei por me dedicar às despesas fixas e olhei para elas com olhos de ver. Comecei por cortar o que estava a mais. Transferi ainda um valor que constava nas despesas fixas para a poupança (também ela uma despesa fixa), já que no fundo não passava disso mesmo uma poupança para uma despesa anual. Com isto consegui baixar as despesas fixas para 49% dos meus rendimentos;
  2. depois passei às poupanças. Com os cortes e afins do primeiro ponto consegui aumentar o valor de poupança para 31% dos meus rendimentos. E fiquei bastante contente.
  3. ainda na poupança comecei um processo de mentalização de que nada importa estar a colocar um valor irrealista (tenho muito essa mania) na poupança e depois precisar de ir lá buscar. Vale mais colocar pouco e constantemente e não precisar de ir lá buscar algum valor. Só assim ela crescerá realmente;
  4. ainda na questão da poupança simplifiquei a gestão e organização dela. Eu tinha envelopes de poupança para despesas anuais, eu tinha a poupança mensal, eu tinha o meu pé-de-meia… enfim… isto obrigava a andar constantemente com contas e post-its e papéis e confesso que isso me irritava um pouco. Queria algo mais simples! Pois bem decidi ficar apenas com a poupança mensal do banco, para onde vou canalizar o valor dos envelopes (já que iria recorrer a ela mesmo caso os envelopes não chegassem e porque talvez assim desmotive de ir à poupança, pois não sei quanto corresponde a qual categoria uma vez que fica tudo baralhado) e o pé-de-meia. Ou seja, também nesta coisa das finanças decidi enveredar pelo minimalismo, quer na gestão mensal e diária (pelo método 50-30-20 na divisão dos rendimentos), quer na gestão das minhas poupanças. :-)
  5. finalmente passei ao meu calcanhar de Aquiles: o valor do mês. Ou seja, os 20% que restam do meu rendimento (reparem que consegui atingir as percentagens recomendadas!! Happy!! Happy!!) mas... depois começaram os problemas e as dúvidas: o valor do mês fica no banco ou pago tudo a dinheiro? Adiro ao orçamento particular? Que envelopes crio? Vale a pena criar envelopes? Defino uma mesada para as minhas maluquices? Uso esse em dinheiro e deixo resto na conta?
Enfim… decisions, decisions… para tomar...

quinta-feira, 11 de outubro de 2018

Mister Gregory | Sveva Casati Modignani


Sinopse:
Aos oitenta e cinco anos, Gregorio Caccialupi passa em revista uma vida intensa marcada por contrariedades e vitórias. Para trás ficam as recordações de uma infância pobre na Itália dos anos 1930 e uma decisão que mudou para sempre a sua vida - emigrar para a América em busca de um futuro melhor.

Ambicioso e determinado, coleciona sucesso atrás de sucesso e uma série de mulheres procuram conquistar o seu coração - Florencia, o seu primeiro amor, Nostalgia, com quem se casou, e Erminia, a sua derradeira paixão. Com o decorrer do tempo, Gregorio Caccialupi torna-se Mister Gregory, dono de uma importante cadeia de hotéis, um homem rico e influente. Porém, um investimento mal calculado leva-o à ruina. Conformado com a sua vida discreta num lar de idosos, está longe de saber que um encontro inesperado lhe trará uma revelação surpreendente e a possibilidade de retomar as rédeas do seu destino.

Mister Gregory é um magnífico romance de Sveva Casati Modignani, que pela primeira vez elege como protagonista um homem: complexo, terno e fiel aos seus princípios, sedutor, esquivo e sempre irresistível.

A minha opinião…
Já perdi a conta aos livros que li desta autora e regra geral gosto de a ler. Tanto que vou lendo novos livros.
Com este livro confesso que fiquei desiludida. Achei a história pobre e que se arrasta ao longo dos capítulos. Pouco ou nada me motivava a continuar a lê-lo. O final então… Céus!! Que desânimo!
Quando achamos que a história vai finalmente aquecer, o livro termina.
Não gostei!!

Dou 1 estrela!!!

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Irrestível tentação | Jill Mansell

 
 
Sinopse:
Quando Nadia Kinsella conhece o charmoso Jay Tiernan sente-se tentada. Retidos numa casa remota durante uma tempestade de neve, temos de admitir, nunca ninguém descobriria, certo?
Mas Nadia há muito que encontrou o amor da sua vida. Chama-se Laurie, estão juntos desde sempre e Nadia ainda sente borboletas no estômago quando o vê. Bem, é verdade que não o tem visto muito nos últimos tempos, mas isso nem é culpa do Laurie. E ela não o pode trair! Para além do mais, quando se pertence a uma família como os Kinsellas, onde cada um é mais irresponsável do que o outro, alguém tem de dar o exemplo e resistir às tentações, não é? Afinal, não queremos fazer algo de que mais tarde nos arrependamos. Ou será que queremos?
 
 
A minha opinião…
Conheci esta autora creio que em 2016 e rapidamente se tornou num must read para mim. Sempre que na biblioteca encontro um livro diferente dela vem comigo.
Gosto da escrita fácil, corrida, do sentido de humor que coloca nas situações, personagens…
Com este livro não foi muito diferente.
A personagem principal Nadia vem de um seio familiar onde não existe muito a noção de responsabilidade e está constantemente envolta em situações hilariantes.
Há aventura, romance e humor quanto baste.
É uma leitura agradável e de gargalhada constante.
 
Dou 4 estrelas!!

terça-feira, 9 de outubro de 2018

Providências que tomei...

Perante o problema com que me deparei tratei logo de tomar um conjunto de atitudes e providências.
Como falei no post anterior comecei as férias com um destralhe profundo às minhas coisas, aos meus pertences e decidi ficar com apenas aquilo que realmente gosto e uso numa base diária.
Ou seja, decidi abraçar de uma forma mais séria e conscienciosa o Minimalismo.
Posto isto, tudo o que resultou do destralhe e esta em óptimas condições foi colocado à venda (em breve surgirão por aqui também para se alguém estiver interessado :-D ) e o dinheiro que ganhar com essas vendas vai ser alocado para a compra de roupa/calçado.
Decidi igualmente dedicar-me mais ao meu hobby não só como forma de controlar a ansiedade, como também para tentar rentabilizá-lo de alguma forma (aproveitando o facto de se aproximar o Natal). Também aqui o dinheiro que eventualmente ganhe irá para comprar roupa e calçado. Para resolver este problema o quanto antes (é que é um bocadito desagradável andar nua no inverno :-D :-D)
Outra medida foi rever o orçamento e definir prioridades, que havia claramente esquecido.
Mas como tudo isto só funciona se o mindset estiver no "sítio" certo decidi começar a trabalhar essa parte no sentido de ser ainda mais rigorosa com o orçamento, em cumprir os valores que estipulo no início do mês, em cortar de uma vez por todas as despesas inúteis, em pensar duas vezes antes de gastar dinheiro.
Vamos ver como corre...
Entretanto aceitam-se sugestões!!

segunda-feira, 8 de outubro de 2018

sobre as férias...

Setembro foi o mês escolhido para as férias grandes. Duas semanas e meia de puro dolce fare niente.
Houve tempo para descansar, para passear, para gelados, cinema, leituras…
Mas este houve também tempo para alguma reflexão.
Comecei as férias com um grande destralhe e limpeza das minhas coisas, pensamentos, pessoas…
E isso levou-me a começar a avaliar 2018 e a preparar 2019 (metas, objectivos, orçamento, agenda).
Fiz igualmente uma profunda reflexão sobre as minhas finanças e não gostei do resultado.
Por exemplo, se bem se lembram eu tinha-me comprometido aqui resolver o meu problema de roupa até dezembro de 2018 e apesar de ainda faltarem três meses para o fim do ano com esta avaliação já percebi que não vou cumprir o objectivo.
E a culpa é inteiramente minha!!
Porque não geri bem o meu dinheiro. Porque gastei mal o meu dinheiro.
Agora tenho um problema, preciso da roupa e dinheiro não há. Mas despida não posso andar.
Posto isto tomei uma decisão: ser oficialmente forreta!!
Ou seja, ter a fama e usufruir dela! :-)
Talvez assim aprenda de uma vez por todas a gerir o meu dinheiro (sobretudo o meu calcanhar de Aquiles).

segunda-feira, 1 de outubro de 2018

12 factos sobre mim... # 10

 
Eu sou #aloucadaslistas!!
Faço listas a torto e a direito e por todos os motivos.
Faço listas de todos os tipos.
Sou tão louca, que até para as últimas férias fiz uma lista de recados que precisava resolver.
Definitivamente não bato bem da moleirinha!! :-D :-D

domingo, 30 de setembro de 2018

em outubro...



Com a chegada de Outubro entramos oficialmente no último trimestre do ano.
Começam os preparativos para a chegada do Natal e para o novo ano.
Por aqui para o mês que começa amanhã estabeleceram-se os seguintes objectivos:
  • continuar os testes da agenda para 2019;
  • fazer uma revisão orçamental;
  • cumprir os valores que estipulei no orçamento;
  • ter 15 dias sem gastar;
  • não mexer no valor da poupança;


quinta-feira, 27 de setembro de 2018

em setembro... # 2


Setembro está no fim e aproximamo-nos do último trimestre do ano a passos largos. Daqui até ao Natal é um tirinho, mas antes vamos à avaliação daquele que é o meu mês. :-)
Acontecimentos dignos de registo...
  • Setembro é o mês do meu aniversário. Fiquei mais velha um anito!! :-) E o dia correu bem!! :-)
  • Estive de férias e houve muito passeio como se quer;
  • Conheci (mais) um cantinho lindo, lindo de Portugal;
  • Houve alguma leitura;
  • Fiz um mega destralhe nas minhas coisas e vida em geral.
das finanças...
  • Setembro foi mês de férias. E férias sem qualquer tipo de planeamento financeiro, logo foi um mês horribillis;
  • voltei aos maus hábitos de não cumprir os valores das rubricas do orçamento e recorrer à poupança. Mas para ser sincera a dada altura deixei de me preocupar, caso contrário não aproveitaria nada das férias.

dos objectivos…
  • iniciar a fase de testes da agenda (o objectivo é definir a agenda perfeita para 2019, que seja à minha imagem, útil e funcional); - FEITO!!!
  • fazer um destralhe nas minhas coisas; - FEITO!!
  • ter 15 dias de zero cêntimos; - NÃO ATINGIDO!!
  • cumprir os valores do orçamento estipulado; - NÃO ATINGIDO!!
  • não mexer no valor da poupança mensal; - NÃO ATINGIDO!!
  • 1 hora de crafts por dia; - NÃO ATINGIDO!!
  • 1 hora de leitura por dia. - FEITO!!

quarta-feira, 26 de setembro de 2018

in the mood for fashion... # 45







 
Tenis Gazelle
Jeans Salsa
Spaghetti top navy Zara
Top Primark (NEW)
Mala Lanidor
Pulseira Parfois

segunda-feira, 24 de setembro de 2018

in the mood for fashion... # 44








 
Sabrinas navy Foreva
Jeans Salsa
T-shirt Salsa (NEW)
Pulseiras handmade
Cardigan branco Lanidor
Mala camel Lanidor

sexta-feira, 21 de setembro de 2018

in the mood for fashion... # 43



 
Sabrinas navy Foreva
Jeans Salsa
Spaghetti top Zara
Top Primark (NEW)
Pulseira Mango
Mala Lanidor

quinta-feira, 20 de setembro de 2018