quinta-feira, 31 de dezembro de 2020

Mealheiro Literário 2020


Faltam poucas horas para terminar 2020. É hora de balanços!
Este foi um ano diferente.
Afinal, vivemos uma pandemia que nos trouxe uma nova realidade.
Este ano pela primeira vez na vida (e porque a minha fonte de literatura esteve mais de 2 meses encerrada!) gastei dinheiro em livros para o lazer.
Já por aqui referi que apesar de ser uma leitora ávida, me recuso a gastar dinheiro em livros de lazer. Em livros que apenas leio uma vez. Para isso recorro sempre à biblioteca da minha cidade.
No entanto, com estes maravilhosos equipamentos encerrados, tive de recorrer à compra.

Vamos então aos números…

Biblioteca:
  1. Ritual de amor - 16,90€
  2. Uma casa de campo - 15,90€
  3. Como vento selvagem - 17,70€
  4. Caffé  Amore - 12,90€
  5. O homem que perseguia a sua sombra - 20,90€
Total poupado - 84.30€

Compra:
  1. Casamento em Veneza (Encontra-me em Itália - 20,90€)
  2. Viagem a Capri
  3. Regresso a Itália
  4. O filho pródigo -16,60€
  5. A fonte silenciosa - 15.90€
  6. A noiva - 15,90€
  7. Construir um amor (Histórias escolhidas - 19,90€)
  8. Uma luz na tempestade
  9. O homem dos meus sonhos
  10. A rapariga nova - 17,91€
  11. Sete guardanapos - 16,50€
  12. És capaz de guardar um segredo? - 16,90€
  13. A praia das pétalas de rosa - 17,70€
  14. Crie alegria no seu trabalho - 12.96€
  15. Lição de Tango - 15,93€
  16. Cinco dias de vida - 17,50€
Total gasto - 204.61€

Feitas as contas se retirarmos o valor que poupei nos primeiros meses porque consegui ir à biblioteca gastei 120.31€. 
No entanto, o valor real gasto foi muito inferior, pois tirando o livro da Marie Kondo e o livro do Daniel Silva todos os outros livros foram comprados recorrendo a um conjunto de estratégias de poupança.
E vocês como fizeram?

Nota: o valores apresentados foram retirados da Wook.
    .

6 comentários:

  1. Este ano a minha leitura foi quase toda digital para evitar gastos maiores com os formatos impressos (e tentar poupar algumas árvores :)). Mas foram todos técnicos... Quero ver se em 2021 leio livros não técnicos :) Pena que aqui perto não tenha uma biblioteca municipal, por isso, terei que comprar ou pedir emprestado (obrigada por me teres lembrado disto!).

    Um beijinho,
    Joana Freitas
    https://misspoupanca.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sou da velha guarda. O livro tem de ser de papel. 😁😁😁

      Eliminar
  2. Eu opto por livros em pdf, uns gratuitos, outros que colegas me enviaram por mail há alguns anos e que nunca tinha tido tempo para ler.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Livro de papel por aqui. Não há nada que o substitua! 😁😁😁

      Eliminar
  3. Eu por livros não poupo, gosto mesmo de ler em papel e que sejam sempre meus :) manias!

    beijinho e bom ano :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Livros técnicos e de consulta regular gosto de ter os meus. Livros de lazer que apenas leio uma vez, que são caríssimos e que eu leio em quantidade não sou muito fã de comprar, mas agora tem de ser. :-)
      Beijinhos

      Eliminar